Todos os anos, por volta do dia 21 de dezembro, o hemisfério norte entra na estação mais fria devido ao Solstício de Inverno, naquele que é o dia mais curto do ano. Este fenómeno astronómico inspirou a criação da festa que celebra o cinema no formato curto: O Dia Mais Curto.
A ideia, que nasceu em França em 2011, rapidamente alcançou uma dimensão internacional sendo, atualmente, celebrada em simultâneo em dezenas de países. Em Portugal, o evento é organizado pela Agência da Curta Metragem e vai percorrer novamente o país de norte a sul, passando também pelos arquipélagos.

Texto Agencia da Curta-Metragem

Este ano, o DAI colabora pela primeira vez neste acontecimento internacional, exibindo a quase totalidade dos filmes produzidos no âmbito de projeto / estágio profissional, do Mestrado de Comunicação Audiovisual do ano de 2016.

O programa do P.PORTO, associado a O Dia Mais Curto deste ano é composto por duas sessões que irão acontecer no auditório Luís Soares no Campus 2 do P.PORTO (Vila do Conde /Póvoa de Varzim), com o seguinte alinhamento:

19 DEZEMBRO 2016 (segunda-feira) às 18:30:
Ausência (PT, 2016, 12 min.) de Eduarda Brandão,
Permanência (PT, 2016, 20 min.) de Bianca Martins,
Fantasmas (PT, 2016, 16 min) de Ricardo Alves e Miguel Ângelo Pereira,
A Instalação do Medo (PT, 2016, 14 min.) de Ricardo Leite,
Tanto Chão(PT, 2016, 7 min) de Anna Almeida.

20 DEZEMBRO 2016 (terça-feira) às 18:30:
Hompesch Chez Moi (PT, 2016, 36 min.) de Sara Marques,
Rafeiro (PT, 2016, 16 min.) de Pedro Lopes,
Alí, onde não sou (PT, 2016, 20 min.) de Ricardo Couto.

A Instalação do Medo, de Ricardo Leite. Vencedor do prémio Sophia Estudante 2016, na categoria de Ficção.

Partilhar/Gravar | Share/Save

22-28 Setembro + Lançamento do livro Cityzines apresentado por Nuno Grande a 28 Setembro

Inscrição pode ser feita através de info@cityscopio.com até dia 19 de Setembro

Bem vindos à 1ª Edição da Semana de Foto-livro na FAUP (SF-FAUP) cuja casa mãe é a Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto que alberga também a Conferência Internacional Na Superfície: Fotografia e Arquitectura – Atravessando Fronteiras e Deslocando Limites.
SF-FAUP é fruto da colaboração entre o grupo de investigação Centro de Comunicação e Representação Espacial (CCRE) integrado no Centro de Estudos de Arquitectura e Urbanismos (CEAU) na FAUP e os ENCONTROS DA IMAGEM FESTIVAL INTERNACIONAL DE FOTOGRAFIA, BRAGA.
SF-FAUP consiste num workshop focalizado na criação de livros de fotografia com um programa comissariado por Pedro Leão Neto, Coordenador Editorial da scopio EDITIONS e investigador na área de Fotografia e Arquitectura na FAUP, Ângela Ferreira, Artista e Directora do Festival Internacional de Fotografia, Encontros da Imagem e Walter Costa, Editor independente e Coordenador do grupo de estudos Lombada, laboratório de acompanhamento para projetos de foto-livros no SAO Espaço de Arte.

Oferecemos aos participantes da SF-FAUP um programa que permite, por um lado, contactar directamente com diversos autores, fotógrafos e investigadores ficando a conhecer, em primeira mão, as suas estratégias artísticas e reflexão crítica em volta do universo da fotografia e do foto-livro. Por outro lado, que permite obter um conhecimento teórico e prático de muitas abordagens específicas e estratégias sequenciais que são possíveis de adoptar na criação de um foto-livro para comunicar determinado conteúdo, poética e mapear, por assim dizer, uma topologia de tempo.

SF-FAUP conta com a presença de diversos especialistas nas áreas do conhecimento do Foto-livro e do universo da Fotografia, Arquitectura, Arte e Imagem:

Ângela Ferreira
António Pedrosa
Jorge Marum
José Luís Neves
José Maçãs de Carvalho
Moritz Neumüller
Nuno Grande
Pedro Leão Neto
Walter Costa

No dia 28 de Setembro será lançado o livro Cityzines, da scopio Editions, apresentado por Nuno Grande.

Toda a informação e programa do workshop pode ser consultado em www.nasuperficie.ccre-online.com

No ciclo da mutabilidade e visualidade, os ENCONTROS DA IMAGEM regressam para contaminar a cidade de Braga e exaltar o campo da afetividade, num ano tremendo de mudanças e significados. Neste momento admiravelmente instigante para a existência humana, povoada por um turbilhão de imagens, onde prolifera o sentimento que o mundo se encontra em profunda mudança e transformação, o Festival regressa à cidade de Braga com a sua 26ª edição, que se distingue pelo lado sentimental do seu tema: a procura da Felicidade.

Depois da efervescente celebração da sua XXV edição, o festival ENCONTROS DA IMAGEM regressa com um intenso e caleidoscópio programa, este ano propondo uma reflexão sobre a felicidade nas sociedades atuais. Memória, Mudança e Revelações estão entre os temas desta edição, que nos ajudam a conhecer os múltiplos caminhos da felicidade.

Ao lado da atual fúria tecnológica que nos faz questionar os limites do visível, em que a imagem nos projeta para lugares cada vez mais longínquos e o mundo nos é revelado através dos seus mais recônditos e inesperados aspetos, pareceu-nos oportuno promover uma edição dedicada à descoberta do outro, apelando à viragem sentimental e à procura simples e sóbria da Felicidade, do seu “Lugar ao Sol”.

Objeto de conhecimento e de saber, de interrogação ou de experimentação, a fotografia é na sua essência um reflexo vital do mundo atual e por isso é, inegavelmente, um meio de espantosamente captar a pulsação de uma época. A complexa realidade de um mundo tecnológico, ao mesmo tempo arcaicamente bárbaro e intensamente humano, oferece valores e dimensões que ousamos explorar/ descobrir nesta edição, na almejada busca do ser humano pela felicidade.

Por outro lado, o sentimento do mundo é uma tomada de consciência do nosso universo histórico, pelo que esta edição traça a consciência afetiva, sensibilizada pelas tensões e conflitos, diante do aguçamento geral das contradições sociais. Procura-se aqui gerar um campo de criação dinâmica e social em que artistas, curadores, críticos e estudiosos são convidados a explorar o tema da viragem sentimental, nas suas múltiplas leituras, sob o lema  “A PLACE IN THE SUN”.

+ info: http://encontrosdaimagem.com

+ info e programa: http://reyes-cortez.com/images/Program/TimeTableProgramme.pdf

O Departamento de Artes da Imagem da ESMAE, estará representado pelo realizador e docente José Alberto Pinheiro na conferência internacional Keep It Simple Make It Fast, a decorrer na cidade do Porto de 17 a 22 de Julho de 2016.

A comunicação “A Virus Called Comix – Resistance, Transgression and Mainstream Assimilation” estará integrada no painel “Stepping outside the circle – or a new form of underground commodification“, presidido por Ricardo Campos da Universidade Nova de Lisboa e com comunicações de investigadores da Universidade de Varsóvia – Polónia, Universidade de Bradford – Reino Unido, Escola Superior de Educação – Portugal e Universidade de Tocatins – Brasil.

Quarta-feira, 20 de Julho às 17h45, na Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

Ver informação no site da Casa das Artes e das Curtas de Vila do Conde.

 

O filme “Irmãos” de Pedro Magano (ex-estudante da antiga licenciatura bi-etápica de TCAV) foi galardoado com o Lince de Ouro do FEST – Novos Realizadores | Novo Cinema.

A curta metragem “Palhaços”, ganhou o prémio de Ficção Nacional no Festival Porto7.

Parabéns a toda a equipa do filme! Parabéns a todos docentes da especialização de Produção e Realização Audiovisual de MCA que acompanharam e orientaram o projeto.

+ info: http://www.porto7.com/winners-9th-edition-porto7/

Chamada para EQUIPAS DE REPORTAGEM
24º Festival Internacional
CURTAS VILA DO CONDE 2016

Como de costume, o Departamento de Artes da Imagem da ESMAE vai colaborar com a organização do CURTAS Vila do Conde 2016 na constituição das equipas de reportagem que cobrirão o evento.

A função destas equipas é a de registar os vários acontecimentos que constituem o programa do festival e editar as peças de reportagem diárias a exibir nas salas e plasmas do Teatro Municipal, durante o evento. Deste material registado, será feito um filme final a apresentar no encerramento do festival e para o sítio do festival na Internet.
Algumas dos registos serão feitos na integra para o arquivo do festival..

Pretende-se candidatos que obedeçam aos seguintes requisitos gerais:
➢ Disponibilidade TOTAL entre 9 a 18 de Julho de 2016
➢ Boa organização pessoal
➢ Aptidão para trabalho em equipa
➢ Capacidade de resposta perante trabalho diário intenso e prolongado

Para além disso, dá-se preferência que os candidatos tenham bons conhecimentos específicos em:
➢ Operação de câmara Sony HDR-Z1E
➢ kit de microfones wireless.
➢ Edição em Final Cut Pro 7

Oferece-se estadia e refeições para todos os dias da colaboração.
Os colaboradores serão devidamente credenciados pelo festival.

As propostas devem ser enviadas para jnd@esmae.ipp.pt até às 23:30 do dia 15 de Junho de 2016.

Os candidatos ficarão sujeitos a uma entrevista.


« Older entries